Agosto Dourado

Benefícios da Amamentação

Como estamos na semana mundial da amamentação, nada mais coerente do que falarmos sobre ela. O leite materno é o alimento mais importante nos primeiros meses de vida do bebê para o seu desenvolvimento, além de ser fonte de vitaminas e nutrientes para o bebê é um aliado para a perda de peso e prevenção do câncer para a mãe. Para saber mais sobre os benefícios tanto para o bebê quanto para a mãe, confira as tabelas abaixo:

Beneficios da amamentação

Amamentação mãe

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o leite materno seja fornecido exclusivamente para os bebês até o 6º mês de vida. Após esse período o leite materno não contém mais sozinho todos os nutrientes de que o bebê precisa, especialmente o ferro, por isso outros alimentos passam a ser necessários para complementar a dieta. A partir do 6º mês recomenda-se que se introduzam alimentos na dieta do bebê com a complementação do leite materno ou mistura láctea, conforme tabela abaixo:

Cópia de Facebook Post – Design sem nome

Na alimentação do bebê aos 6 meses, deve-se iniciar a introdução de novos alimentos no cardápio, intercalando com as mamadas ou com o uso de fórmula láctea própria para a idade. Após o 6º mês, o sistema digestivo dele está mais maduro e pronto para receber outros alimentos como: frutas amassadas e/ou raspadas, iogurtes próprio para bebês, bolachas e pão próprios, e, gradativamente papinhas doces e salgadas.

Com um ano de vida a dieta da criança deve ter 5 a 6 refeições, duas a três refeições lácteas, pelo menos uma refeição com carne ou peixe, duas com legumes (2 sopas) e uma de cereais. Genericamente, nesta idade a alimentação do bebê pode ser a da família embora se deva ter sempre algum cuidado com os refogados, picantes, fritos, doces e salgados.

Abraços,

Dra. Bruna Sesma Barreto.

Deixe uma resposta