peso-dra-bruna-sesma-barreto

Tratamento de Reprodução Assistida engorda?

Muitas pacientes ao me procurarem para saber mais sobre o procedimento de Fertilização In Vitro (FIV), questionam sobre o ganho de peso durante o período de estimulação ovariana. Resolvi esclarecer neste post algumas dúvidas.

Os hormônios que são aplicados durante o período de estimulação ovariana, acabam sendo vilões da balança, isso acontece porque a quantidade de hormônios injetados nesse período de 10 a 12 dias é a maior do que o organismo pode produzir, por isso que são importantes na ajuda do crescimento dos folículos. Mas, aliado aos hormônios, outro fator que interfere no ganho de peso é a ansiedade e nervosismo. Nesse período a mulher passa a ficar mais ansiosa do que o normal, isso por interferência dos hormônios, e essa ansiedade muitas vezes acaba sendo descontada na alimentação. O acompanhamento com nutricionista pode ajudar no controle do aumento de peso. Em média as pacientes que recorrem ao tratamento de Fertilização in Vitro podem ganhar até 2 kg na balança. Esse peso, após interrompido o processo de aplicação de hormônios tende a retornar ao anterior.

Outro aliado para manutenção do peso é a atividade física, ela não é proibida durante esse período, apenas deve ser realizada com menos intensidade para não agravar as dores causadas pelo crescimento dos folículos. Já após a coleta dos óvulos, as atividades físicas devem ser suspendidas por um período, esse cuidado é para evitar que ocorra alguma complicação após o procedimento.

Quando iniciar o tratamento de Fertilização, procure manter a sua alimentação controlada, caso não consiga fazer isso sozinha, peça orientação a um nutricionista. Penso que além da ajuda de um nutricionista, o acompanhamento psicológico também passa a ser um aliado no controle da ansiedade. As pacientes que me procuram e iniciam o tratamento comigo, indico sempre passar pela nossa psicóloga que irá ajudá-la a passar por esse momento.

 

Deixe uma resposta